14 abril 2013

Não sei porque ainda escrevo sobre isso




  Todo encontro é tenso, e um reencontro após o termino é pior ainda. Sorrisos  forçados, gastrite gritando alto. Eu me arrumei bem, muito bem.   Fiquei verdadeiramente bonita, afinal estava mal mas não sou de demonstrar. Essa foi a minha primeira apresentação em um Sarau,pessoal muito loko.
 Musica, leitura, encenações curtas  e até stand up.
  Cheguei mais cedo no local. Meu amigo saiu para recepcionar algumas pessoas, ele volta como se fosse dar uma noticia alarmante.
_ Ele tá lá fora!
 _ Eu sei!_ disse com desdem. 
Como eu sabia? Meu ex me mostrava em primeira mão as musicas da banda que  faz parte. Não cheguei a decorar letras, mas reconheceria a voz daquele vocalista de longe.

 Minha gastrite estava controlada. Ele entrou. Os meus amigos que estavam sentados em torno em mim olharam em sua direção como se ele tivesse feito algo muito ruim. Instintivamente sorrimos de "mostrar os dentes" (pensa numa situação bem forçada). Veio em minha direção, me beijou no rosto e ficou sem jeito de cumprimentar meu amigo, não sabia ao certo se dava uns tapinhas nas costas ou o apertava sua mão.

 Terminei de tocar um duo com meu amigo. Sentei na outra extremidade do local, eu sabia que ele estava olhando pra mim enquanto tocava e em nenhum momento o retribui. Ele foi um dos últimos a tocar, fui embora no final da primeira musica. 

 No trem de volta pra casa ele me mandou um sms perguntando se eu os ouvi tocar. Respondi secamente que sim! 
 _Tocamos aquela musica que você gosta do legião.
 _É.. eu ouvi .
 Não fiz questão de os elogiar.

  Tudo é tão estranho. Aquilo que parecia ser duradouro, não durou porra nenhuma! 

16 comentários:

Layanne Eduarda disse...

Você fala pra pôr para fora o que na verdade você não queria que saísse... Ou que pelo menos não soasse dessa forma.
Isso me faz lembrar um pouco do Romance "julieta imortal" , tu escreve bem pra caramba!

Sabe de uma coisa?
A vida dá voltas! ;)

Jú Sodi disse...

Isso é exatamente minha vida agora.
Como é incomodo, desconfortável... Queria um code para pular essa parte :(

Adorei o texto, me perdi nele, parece até escrito por mim! rs

Jorge Leandro disse...

Acabei de terminar algo que eu nem sei o que era. Mas Ela foi pra outro estado, não corro o risco de re-encontros.

Muito bem escrito seu texto!

Vinnië Rodrigues disse...

A melhor parte foi o final "Aquilo que parecia ser duradou, não duro porra nenhuma" kkkkkkk...
Incrivel como um palavrão bem colocado expressa bem algo! Mas relaxa que você vai encontrar alguém melhor qualquer hora dessa.

Lari Moreira disse...

Bom Dia!
A tristeza de terminar um relacionamento, estou passando por isso, infelizmente.. hoje vai fazer uma semana que rompi. Mas sabe, foi necessário. Fez certo em ser fria, haha.
Bom fds, fique com Deus.
E tem novos posts em:
http://maybe-i-smiled.blogspot.com.br/
http://dicionario-feminino.blogspot.com.br/

Raquel disse...

"que venham todos os fins
Por que eu sei recomeçar" :)

Sabe, todo mundo tem que sentir a tristeza de um final, absorver o luto, colocar cada sentimento no seu lugar, entender ou simplesmente se conformar com o término e administrar os novos passos. É uma tarefa dificil, mas absolutamente necessária. As pessoas costumam fugir do que sentem, costumam fugir da dor do fim como se ela fosse um monstro a devorar entranhas que nada acrescenta, e eu digo justamente o contrário. Sinta. Respire fundo, se indigne, chore, xingue, extravase, entenda a sua dor, dê espaço a ela, deixe-a ficar qto tempo for necessário pq é com ela que a gente costuma aprender as lições que costumamos desdenhar por puro capricho e orgulho. Para isso fique um tempo consigo, no seu interior e vai poder escutar a dor e ver q eu n to falando um monte de baboseira rsrs... para todos os outros momentos? Existem amigos, sorvete com mta calda, cerveja, risadas, livros, musica, gente nova, taças de vinho com outro rapaz, parques, por do sol, lindas noites e etc.
Vai passar, e vc não vai mais ser a mesma, isso é a coisa mais linda do mundo, acredite! :)
**tire sempre lições de situações q vc acha ruim, pra que até isso possa valer a pena!

bjo, fica bem!

Bea Nascimento disse...

Adorei seu texto. Nunca tive um namorado, consequentemente nunca tive um ex, então não sei qual é a sensação. Só sei que é desagradável, mas dá para perceber que com todos que te decepcionaram isso acontece.
Bem, o nome da minha postagem é mesmo por causa da música do The Verve. Eu tendo a amar músicas que tenham violinos em algum lugar.
Beijo!

Tulipa Vermelha disse...

penso que todo o final fica a sensação de fracasso,sem dramas. mas logo logo vc arruma alguém melhor ainda, pense nisto, sem esperanças de futuro, hj em dia tudo é tão superficial... mas desejo de coração que contigo seja diferenete,bjs

http://eubipolarbuscandoapaz.blogspot.com.br/

Dama de Cinzas disse...

Horrível final de relacionamento, sei muito bem como é...

Beijocas

ᄊム尺goん disse...

Quando a realidade me entra pelos olhos, o meu pequeno mundo desaba. Angústia - Graciliano Ramos


[contém 1 beijo]

Cristiano disse...

Esse periodo eh dificil... mas o bom q eh um periodo.

Jhosy . disse...

A tristeza do romper como tantas outras tristezas, tem mesmo de ser sentida.

Como outras dores, esta também passa, mas não é nada fácil...

Adorei a última frase, e a colocação...

Jhosy

http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

Priscilla Way disse...

É num momento assim que você começa a sentir medo de começos. E se tiver fim? Mas aí a curiosidade - ou a esperança- faz a sua cabeça, e você se entrega. Funciona assim.

Beijos (:
Saudade daqui,cara. Há tempinho num posto nem comento em nada. ;/

lucilafrisone disse...

Nossa! Você escreve muito bem.
Assunto de ex querendo forçadamente ser nossos amigos depois de tudo que passou não me alegra,na verdade sei lá..Não me sinto bem agindo do mesmo jeito que vc forçar sorrisinhos fazer de conta que está bem,quanto na verdade eu quero morrer por dentro mesmo que eu esteja gostando já de outra pessoa.Essa semana eu deixei de ir em uma festa por conta disso.Porque sabia que iria encontrar o meu ex lá,e como sei lá acho que o ar fica pesado quando estamos no mesmo ambiente resolvi não ir a festa e ficar em casa.(idiota ou não mas me sentir melhor com isso)
Bom,adorei o blog.Beijos e boa semana

Maria Emília Santos disse...

Oi se vc puder seguir meu blog...eu era do blog Laddy Macbeth, agora meu novo endereço : arteasavessas.blogspot.com.br
Valeuu

Bruno Medeiros disse...

Nunca tive passado, e, é claro, meu presente sempre foi dentro de mim. Mas, como um bom seguidor, digo: a culpa foi dele.

E assim deixo este comentário com dois pedidos e uma observação:

Espero que tu se sinta melhor; Entenda que a culpa é um laço intransponível e um dueto; E "Julieta Imortal" é chatinho, tu escreve muito melhor que a Stacey.