07 julho 2017

Ela escuta vozes


Estávamos ás vésperas de conhecer as duas mulheres mais importantes de sua vida. A mãe e a avó. 

 Ela descobriu isso ao 22 anos, deu uns "5 minutos" , pegou o ônibus e sumiu por horas, quando deu por si  estava num lugar desconhecido. Conseguiu telefonar pra casa e pediu pro meu avó ir busca-la.
_ Mas como foi a criação de vocês?
 Minha mãe é maravilhosa, pra gente nunca fez mal. Mas as vezes se isolava com a gente no quarto achando que todos em volta queriam fazer mal pra gente. Levou anos para os medicamentos fazerem efeito. Agora fazem 10 anos que está bem  e nesse tempo só teve uma recaída mas foi por causa da troca de dosagem. Por conta do remédio as vezes ela fica meio área mas nada fora do mundo.  

Pela primeira vez iria conhecer minha sogra. Ela tem algo que temia muito na minha adolescência,   esquizofrenia. O medo de enlouquecer quase me enlouqueceu. E mais uma vez a vida quebrando construções sociais. Que mulher  maravilhosa.

05 maio 2017

Um sentido para fazer sentir


Por mais que  tenho a enfrentado e vencido todas as vezes a sensação de êxtase é extremamente passageiro. Não me dou a liberdade de respirar mais tranquila. Porque sei que ainda não acabou na minha cabeça nada acaba. Ela não me deixa comemorar e já estou preocupada com a semana que vem que ainda nem chegou. Aos poucos vejo que os meus medos ou melhor a ansiedade não são tão monstruosas quanto penso ser. Apesar que é muito fácil falar de algo que ainda nem veio, porém já estou maquinando todas as possibilidade e a maioria negativa.

 Se pudesse descrever a minha ansiedade ela teria esse rosto e esse cenário. 

 Totalmente desprovida de beleza, num ambiente que poderia ser melhor porém preferiu deixar do jeito que se encontra em que nada faz sentido. Uma aguá extremamente suja e um prato da comida que tanto gosto, mas ao olhar no contexto me dá nojo! A ansiedade não me enoja ela só não faz sentido.

Cena do filme Gummo, considerado um dos mais perturbadores. Assista a critica do filme aqui

03 abril 2017

Oboé

Quase um mês de ausência. Estranhamente quando as pessoas dizem que não têm tempo, realmente não existe tempo e o pouco tempo que sobra estamos cansados, planejando como organizar o tempo para a próxima tarefa. 

 Aos que não sabem, eu trabalho com musica. Toco flauta transversal e oboé. O que é um oboé? kkk 
 É um instrumento de sopro em que o som é produzido por uma palheta ( não é palheta de violão ou guitarra). 
Isso são palhetas. Feitas de madeira.  Essa madeira de chama Cana, sim cana. Não,  a cana não é doce haha


Lindo né.. Esse é  o oboé. A  primeira posição  é suuper parecido com o dedilhado da Flauta Transversal. Olha a palheta ali.. 

Atualmente toco numa orquestra remunerada. Aos que me leem e moram em sampa, posso arranjar um ingresso, avisarei com antecedência por aqui. Nesses últimos dois meses toquei no Theatro Municipal e Sala São Paulo. São lugares extremamente importes com grande valor cultural. É sobre isso que quero falar, mas não nessa postagem. 

06 março 2017

Preciso escrever antes que tudo isso passe.  Isso vai parecer muito como um diário de bordo, mas ok!


Estou no polo de informática da faculdade. Provavelmente a pessoa que está usando o computador atras de mim vai tentar dar uma olhada no que tanto escrevo. O logotipo do Blogger chama a atenção e a pessoa deduz é um blog.
 Tem tanta coisa boa acontecendo e eu não me sinto bem, melhor..eu sinto.. Sinto várias coisas. Tem uma musica que diz  ( É... você precisa sangrar para saber que está viva).  Sangrar soa forte ( depois vou tentar substituir por um outro termo).  Nessa convivência que tenho comigo, percebi que os meus MAIORES medos estão na minha cabeça,  as minhas ansiedades é por conta do perfeccionismo, as mudanças me atraem, porém passo por elas diante de muita dor. Todo começo é difícil, isso já saquei. Mas não tenho controle das minhas emoções.   Não tenho controle de nada.  Acabei de trancar duas matérias obrigatórias, isso no momento não me preocupa e espero não me preocupar. O motivo do trancamento?  Entrei numa orquestra, os horários de ensaio batem com as tais disciplinas. Pode soar meio depre, mas eu daria tudo pra voltar na minha cama  e dormir.  Mas dormir muito. Muito mesmo.

01 março 2017

Só dei um rodo

Ouvindo a conversa no ônibus: 


_ Ela fez boletim de ocorrência . Mas eu nem bati nela. 

_ aaah, mano eu já  tenho 3 processos na justiça, da ex, da mãe dela e cunhada. Tô de condicional, mas no meu caso eu dei uns tabefe. Elas "mereceu". 

_ Na minha mina eu não bati, só dei um rodo. Ela caiu, mas nem se machucou.  Daí ela me denunciou. Fiquei "guardado" quase um ano! 

23 fevereiro 2017

[1] Coisas que eu jurava que...

  Estou para completar 22 anos. Me intitularam como estilosa e extremamente auto confiante. Se é essa impressão que passo maravilha!! aaah, me falaram que tenho cara de passiva ( se você é do babado, vai entender haah).  Hoje na fila de numa perfumaria de grande porte, estava olhando a variedade de camisinhas. Fiquei louca pra pegar de uma marca que me indicaram Prudence ultra sensível.
Eu, com toda minha aparência descolada e argumentos "desconstrutivo", dei uma averiguada  em quem estava me observando, se fosse rápida daria pra pegar  o preservativo sem ninguém ver.



Tinha uma mulher com seu filho de aproximadamente 12 anos atrás de mim. Por um momento não acreditei que estava com vergonha de pegar um preservativo, pegar não, COMPRAR! Como diz minha mãe, vergonha é roubar né?!

A mulher do caixa me chamou. Passou o shampoo, creme para mãos e um prime. A camisinha ficou na prateleira. Daqui a 4 dias vou na casa do boy, no caminho vou comprar essa camisinha e mais 3 modelos diferentes. Porque sim!


[1] Eu j.u.r.a.v.a que não ligava mais para a opinião dos outros, mas vi que preciso amadurecer muito mais.

20 fevereiro 2017

O Terno

E depois que a dor passar, poder abrir o olho e ver tudo igual. E tudo aquilo que você pensou ter acabado está a salvo as coisas não estão tão mal assim.
E até que enfim, você pode chegar em casa tarde e reparar que o coração agora não dói mais e que essa paz de ver que tudo passa. É bom pra gente aguentar firme se acontece uma próxima vez.
Porque quando a dor voltar, não vai ser muito fácil de se convencer de que não é o lado bom que passa. Porque pra quem foi ferido é fácil de uma cicatriz se abrir.
Mas há por vir muita beleza ainda, você tem toda uma vida pra viver o que ainda nem chegou
E se não deu, vai dar Ou paciência nem sempre o que a gente pensa é realmente o que vai ser melhor.

Na moralzinha Escuta Aqui