18 agosto 2013

Aceitamos aquilo que não queremos

   Cheguei numa parte do livro que estou lendo em que o Jonh G. Perdeu  a filha, casa, esposa e emprego. Um amigo lhe ofereceu seu apartamento para ficar alguns dias até que a situação melhorasse, mas Jonh foi expulso após achar que seu amigo lhe roubou o sapato. Em suma: Crack lhe fez ter alucinações. Afundando mais e mais nas drogas, ele foi parar na rua. Mas prometeu a si, que não seria igual aos mendigos que via. Tudo em vão, começou a comer restos de comida, dormir em marquises e se afundar mais  nas drogas. Lhe falaram de um abrigo onde ele poderia dormir, para fugir das noites frias. 

  No meio da noite, um cara lhe ameça com uma faca, Jonh arria as calças e o cara lhe come por trás! Delicadamente sussurra: _ Eu tenho o vírus, vou morrer mas você vai junto!
  Jonh perde todas as suas expectativas. Por ajuda de terceiros, o encaminham para fazer exame de sangue.

 O Doutor lhe cumprimenta, Jonh repara na sala cheia de fotos. O Doutor solta um sorriso _ Tenho uma boa noticia pra você! Jonh pensa: _ Legal, estou com HIV.
 _ Seu teste deu negativo no seu sangue não consta nada! A decepção tomou conta do seu ser. Pensou que se livraria daquela vida miserável e das memórias miseráveis. Por mais que quisesse viver, aquilo que carregava  em seus ombros não era uma vida!
 O Doutor se levanta e lhe oferece a mão :_ O Senhor talvez tenha mais trinta ou quarenta anos á sua frente.
_ E o que é que eu faço com eles? 




 Aceitamos aquilo que não queremos
(Isso faz sentido pra você?) 

Capitulo 32- Livro O Intruso
Peter Blauner 

11 comentários:

Dama de Ferro disse...

Nossa..
nem sei o que dizer desse texto aí.
Aceitar aquilo que não queremos... Talvez as vezes não se tenha muita opção né.

Blog DAMA DE FERRO

Xisdê disse...

Sim, faz muito sentido!

Xisdê disse...

Eu sei que perder tudo, (inclusive a razão de viver) é muito triste. Mas o caminho das drogas também deixa o indivíduo mais vulnerável ainda.


Bjo

ᄊム尺goん disse...

...não devíamos, mas aceitamos.

boa leitura!


beijo

Vinnië Rodrigues disse...

Deve ser por isso que muita gente não gosta de mim "Já que procuro não aceitar tudo simplesmente" sempre temos uma outra opção, as vezes fazer oque não queremos pode ser o meio mais rápido e seguro para chegar aonde queremos.

Priscilla Way disse...

Caramba! que lindo e que forte! preciso desse livro.

Layanne Eduarda disse...

É uma questão pra se pensar. Mas o fato é que muitas vezes nos acomodamos. Aceitamos pelo simples fato de termos nos desgastado anteriormente.

Bia Hain disse...

Eu deixei de aceitar aquilo que não quero...e fez uma diferença enorme na minha vida. Livro forte...um pouco demais para meu emocional. Um abraço!

Emilie S. disse...

Eita, me interessei pelo livro...e agora? '-'
{Emilie Escreve}

Bruno Medeiros disse...

acho tão divertido quando os médicos falam "tenho uma boa noticia para você".

NDORETTO disse...

Vim te ler e agradecer a leitura que fez no meu blog.Apareça sempre!
bj
Neusa