13 junho 2013

500 ML

Não estávamos nervosos, aquilo não era um encontro DAQUELES. Me lembro quando ele me convidou para tomar água de coco, Putz e agora?! Não gosto!Tive sorte do estabelecimento ter uma baita variedade de líquidos, tomei suco de laranja. Sentamos de frente. Com ele me sinto a vontade.

 Seu copo de 500ML já estava na metade. Estávamos evitando aquele assunto. Já tínhamos conversado sobre isso, e como já disse meu amigo (o meu não é uma incerteza de sim).


Como uma criança que descreve seu dia na escolinha, ele me contou os motivos por estar gostando de mim, segundo ele: sou engraçada,  o compreendo, vivemos na mesma realidade não teríamos cobranças, pois sabemos que a vezes temos que sacrificar sábados a noite para estudar. Em suma: Seriamos perfeitos um para o outro.

  Por dentro fiquei feliz por saber que ainda posso despertar sentimentos em alguém. Mas acredito que ele é de mais pra mim, SIM! Ele pensa num futuro a dois, alguém para fazer companhia. Poder abraçar sem pedir. Alguém pra telefonar de madrugada. Segurar a mão na rua.

São coisas que já almejei e tive por um tempo, valeu a pena? Sim! Mas no momento me sinto tão perdida e não estou afim de levar alguém para uma estrada sem rumo. Se não tenho certeza das minhas convicções imagine ter os sentimentos de alguém nas mãos! 

 Antes deu pegar o ônibus ele me pediu um abraço: _Não vou desistir tão fácil de você pequena_Sussurrou.

14 comentários:

Loh LS disse...

Nathy, dê uma chance pra vida, pro amor, pra você. Se vc sentir algo por ele, invista, mesmo que no momento não saiba o q realmente quer qt a um relacionamento. Agora se vc n consegue sentir nada por ele...é melhor sair fora para não machucar cara.
Bjs

Dayane Pereira disse...

É estranho como temos a capacidade de pensar que alguém pode ser demais pra gente. Penso isso do meu namorado e isso faz com que eu tente ser sempre melhor pra ele tb. QUem sabe se vc tentasse usar essa tática, pudesse tentar sempre se superar porque ele merece, e dar uma chance para vocÊs dois, o que acha?

Bjooos

Layanne Eduarda disse...

Nossa, vejo que ando perdendo muitas novidades por aqui, não, conversando contigo.
Mas quem seria eu pra te dar um conselho? rs Hilário nem eu mesma sei o que fazer com os meus sentimentos.
Então, o que você realmente quer? ;)

Priscilla Way disse...

Podem acontecer coisas maravilhosas ou não. Mas você só irá saber tentando. É uma menina curiosa? (:

ᄊム尺goん disse...

...que texto lindo.

[tomara que o medo se assuste
e tudo flua]


beijo

Emilie S. disse...

Eu acho que você devia arriscar.

»»» Emilie Escreve

Bia Hain disse...

Primeiro, parabéns pelo aniversário do blog. o/ Gosto demais dos seus escritos, ainda bem que continuará escrevendo.
Quanto ao causo, bem, acho sensato que não queira se envolver com ninguém enquanto seus sentimentos estão revirados. Mas senti um ar de cenas dos próximos capítulos, hahaha. Um abraço!

Yasmin Baltazar disse...

Oi, Nathy! Tudo bem!
As vezes me sinto como você, ter um relacionamento sem ter certeza do que se quer nessa vida. Acho que estou muito focada nas minhas crises existenciais.
As vezes eu me pergunto será que estou perdendo algo?
Não, sei sinceramente não sei.
Bj

annafletcherdublin disse...

ai que fofo, dê uma chance pra ele afinal todos temos que arriscar uma vez na vida né?

http://agorasouirish.blogspot.com/

Fábio Murilo disse...

Ahhh... Coitado! Vai menina!!!

http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

Xisdê disse...

É muito fácil dizer para você se arriscar, mas essa é a única solução para os problemas... Né? Rsrsrs!

Geralmente as mulheres se culpam ou se sentem mal pela relação não dar certo, (até antes disso mesmo acontecer), mas você já parou para pensar que as decepções podem vir deles também?

Seja curiosa e descubra a vida. =)


Bjo

Dan disse...

Ai gente, que fofo ele.
To quase fazendo um post desses no meu blog, mas comigo as coisas são um pouco mais complicadas ):

Ó, pelo pouco que tem sobre ele aqui, ele parece ser bem bacana e um fofo, tenta vai :D

Raquel disse...

quem sabe jajá vc não se ve aberta a possibilidades? quem é que sabe o que a vida tem pra nós ali na frente, né? O importante é sempre fazer o que acha que deve e se sentir em paz com as escolhas!

Dancer disse...

Depois dessa frase final, só consegui sentir meu coração derretido! *.*

Adorei o blog!
Beijos!