19 outubro 2012

Suas várias formas


15 comentários:

Cristiano disse...

nunca tinha visto dele lado.

JAN disse...

Oi Nathy,uma música diz que "qualquer forma de AMOR vale a pena".

Abração
Jan

Teorias de Gi disse...

Verdade, acho q toda forma de amor é valida, o q importa é o sentimento!

bjus e lindo fim de semana a ti!

Lady LoLo disse...

Nossa cultura impõe mesmo essa ideia!
Tava assistindo Once Upon a Time, e achei super fofo o menino ter acordado da maldição com um beijo de amor verdadeiro, dada pela mãe dele, em sua testa ^^

Nati disse...

Toda forma de amor vale a pena. Beijo

Ludi disse...

E mesmo assim nem esse as pessoas dão valor rs

♥ Luciana de Mira ♥ disse...

Vim te desejar um ótimo final de semana! Que DEus te abençoe grandemente e que a semana que vai se iniciar seja cheia de vitórias!

Beijos!

Yasmin Baltazar disse...

Existem diversas maneiras de se expressar os sentimentos romanticismo é algo que pode ser teatral! Mas, ainda sim eu vejo muitas pessoas que sonham com o príncipe azul! Vai entender essas pessoas.
bj

Emilie disse...

é bem verdade....
[gostaria de saber de que quadrinho é esse desenho]

Bia Hain disse...

Todas as formas de amor são importantes, tenho consciência disso e gostaria de não ser tão calcado no amor romântico, embora me pareça ser mais forte do que eu...vai ver que é culpa da sociedade. Um abraço!

*♡* Jane Dos Anjos *☆* disse...

Toda forma de amor é validaaa e importante... todaaaa... ♥

http://www.artesdosanjos.com.br/

Thalita Maia disse...

As pessoas acham que amor só se demostra de uma forma --'

Beijos

Jaqueline Guerreiro disse...

Toda forma de amor vale, né?

beijo
http://somecontroversy.blogspot.com.br/

Ágata Bresil disse...

Esse quadrinho vai me fazer pensar por um bom tempo, você pode ter certeza disso. UAHSUAHUSUAHS

Beijos. Tudo Tem Refrão

Nic Pereira disse...

É o que eu sempre te digo, coração, hehe. Concordo plenamente!
Ah, se vivessemos como os gregos, estariamos mais interessados em ter o sol para agradecer, a chuva, a brisa... e parar de dar tanta importância a tanta coisinha que fere por aí. A gente se fere tão facilmente, a gente é tão fácil, tão bobo.
Nós humanos, deveríamos amar a vida antes, aí quando estivéssemos realmente apaixonados pela vida, amar outro alguém, ou outros alguéns. Da forma mais natural e bonita que pode-se haver. Porque bem, eu não acredito em amor conjugal... acredito em... Amor!

Beijinhos :)