07 outubro 2012

Kids

Minha aluna tem 3 filhos, um rapaz que está prestes a casar,  e duas meninas que já são moças, tem quase a minha idade com diferença  de 2 ano e meio. Após o término da aula, ela adora fazer um café. Uma cena bem tipica "dona de casa" eu sentada em volta da mesa, e ela colocando a aguá pra ferver e falando mal dos vizinhos invejosos. De repente surgi sua filha mais nova, ela é deliciada de fala mansa, totalmente diferente da mãe e a irmã mais velha.
 Em uma de suas mãos estava um copo de vidro e dentro uma colher. Olhei curiosamente e perguntei sarcasticamente :
  _ Não vai me dizer que tu tava tomando leite com colher !?. 
 Ela riu e afirmou: _ É mais gostoso, o problema é que me sujo toda, caí na blusa.
 Soltei uma gargalhada e confessei que também fazia isso, a formula do Nescau era mais doce (eu acho). Apesar de não tomar mais na colher, gosto de toddy_ ela complementou_ eu também.
  
 Esses dias falei pra minha mãe sobre esse acontecimento curioso, e ela me disse que "crianças" fazem isso para substituir a carência. Não sei ao certo que tipo de carência, talvez possa ser a falta do peito da mãe. Qual a explicação lógica para uma jovem beirando seus 17 anos, tomar leitinho na colher: Falta de macho? Mãe negligente? Falta de ter bons ouvintes?  Ou carência de si mesma. De olhar no espelho e se sentir bonita, confiante, realmente feliz consigo. Se sentir completa.
 Posso até entender o porquê da Depressão ser a doença do século. Anos vão se passando e a superficialidade das pessoas vai aumentando, vazios sendo preenchidos de formas mais vazias ainda. Crianças de hoje, depressivos de amanha. Estive vendo uma palestra do Filosofo  Leandro Karnal- Cpfl.
 Em que a ouvinte perguntou, não me lembro muito bem, era algo que tinha haver: Quais os motivos de uma criança atirar na professora e depois tirar a própria vida. Ele não soube responder. Porque criança lembra  inocência e tudo que está ligado á pureza.  Algo que desconheço.
 Vou esquentar meu leitinho e pegar a colher..

24 comentários:

Jéssica Coelho disse...

ótimo texto!

beijos

www.jessicarcoelho.com

HONORATO, Sandro disse...

Boa tarde :)
Como vai?
Muito bom seu texto >.<

Eu não...vejo os adultos agirem como crianças e crianças agindo ou como adultos ou como animais irracionais...não vejo pureza hoje em dia :O

Beijos e cuide-se

Yasmin Baltazar disse...

Parece que quanto mais um tempo passa mais perdemos a capacidade de sentir.
Li isso em um livro, nos tornaremos cidadãos ciborgues agindo somente por estímulos. Como maquinas.
bj

Marcy! disse...

Tão forte quanto real.
Vou ali esquentar meu leite também...

http://apenasmarcy.blogspot.com

JAN disse...

Oi Nathy...
Talvez o leite de colherinha seja apenas pra sujar a blusa:-))))

Abração
Jan

Chamamix disse...

Oi Nathy amei se texto, tbm acho q estamos na era Dos depressivos e isso é triste pq naum me lembro muito de pessoas depressivas na minha infancia, e com tudo q tem hoje em tecnologia e tudo mais acho q pais e filhos estão cada vez mais distante e chega uma hora q os filhos acordam e resolvem chamar a atenção.

Brigada querida pelo seu carinho la no blog eu amei, eu dei uma sumida sim mas estou tentando voltar, nem q post somente uma vez por semana mesmo.

Estava com saudades dos blogs, bjusss querida!

Teorias de Gi disse...

Oi nathy O comentario como Chamamix é meu tava no perfil do meu marido e eu naum tinha visto kkkkkkkkk bjussss

Jaqueline Guerreiro disse...

Adorei o texto, bem reflexivo. Mas é bem por ai a gente vai crescendo e a inocência se vai..

http://somecontroversy.blogspot.com.br/

Cristiano disse...

A carência é o mal do seculo? Acho que sim, também.

Moça disse...

As crianças, me parecem, agem mais naturalmente!
sao mais livres.
opinandoemtudo.blogspot.com

Dayane Pereira disse...

Não vejo a forma que alguns tem de preservar suas manias de infância como algo ruim. Eu ainda adoro leitinho com nescau, mas não tomo com colher não..embora conheça quem tome, rs. Acho até fofo <3
Acho que o argumento da carência faz um pco de sentido neste caso.

Anna Monte Alegre disse...

Oi Nathalia,

acho que todo mundo tem seu lado infantil, suas manias que fazem lembrar a infancia... eh parte da loucura peculiar de cada ser humano...

bjsss

PP disse...

oiii, a um tempão que n passo no seu blog neh?
foi mal... é q eu vim aqui especialmente pra pedir um favor: vc pode votar no meu blog no concurso q eu estou participando? aqui:
www.topblog.com.br/2012/index.php?pg=busca&c_b=33137813
mt obg viu? mil bjs!!! conto com sua ajuda XD

Rapha Barreto disse...

Adorei o texto. E quando falo em criança, automaticamente penso em pureza, em inocencia, mas com os dias de hoje, isso esta se perdendo.

Beijos e otimo final de semana.

Marcos de Sousa disse...

Inocência e pureza estão em extinção, infelizmente.

Adorei o texto.

Bia Hain disse...

Acredito que há uma disparidade na educação: excesso ou ausência total de atenção. No primeiro caso a criança não amadurece e vive agindo como criança, e no segundo caso amadurece cedo demais e fica perdida. Espero que isso mude logo...Um abraço!

Natália das Luzes disse...

eu não vou ousar tentar dar uma resposta pra essa pergunta, mas veja milhões de possibilidades: os pais tratam os filhos como crianças, os filhos querem chamar atenção dos pais, os pais outro alguém que a criança admira fazem assim por isso os filhos reproduzem (...)

enfim, a natureza humana é muito complexa e é difícil uma resposta que funcione para todos os casos.

freud com certeza iria dizer que é carência. mas a concepção de carência dele vai muito além do nosso uso dessa palavra...
:)

Marina Russo disse...

Eu nunca tomei leite de colher, na verdade, nunca nem pensei que existisse alguém que fizesse isso. É estranho, mas acho que nesse caso ela apenas continuou com um hábito da infância. Eu tenho vários, e tenho certeza que se todo mundo parar pra pensar vai encontrar pelo menos uma coisinha que fazia quando criança e faz até hoje. Compreensível até.
Beijos!

Portifolio das Letras - Juliana Martinelli disse...

como diz minha mãe ''isso é regreção''

@littlepistols
http://mustachesandcats.blogspot.com.br/

Juliana Skwara disse...

Bem, não sei explicar se isso tem haver com algo de fundo psicológico. Porém como professora, nota que as pessoas a cada dia estão mais superficiais e muitas crianças infelizmente estão sendo vítimas desse comportamento. Costumo dizer, que nem todo mundo nasceu com o dom para ser mãe. Mas infelizmente, muitas mulheres estão irresponsáveis e tendo muitos filhos por aí. Isso me deixa revoltada, muitos dos meus alunos são largados, criados por terceiros e outros não fazem ideia do que se trata a palavra "Educação". É triste. Mas é aquilo, espero ansiosamente que as coisas mudem. Já que estou nessa profissão acredito que irá mudar! :D
Fico super feliz que tenha gostado do projeto Novos Escritores, do qual faço parte. Ele tem apenas oito meses, mas a cada dia que passa está crescendo e estou amando fazer parte. Qualquer dia desses passa por lá, tenho certeza de que irá adorar! *_* http://novosescritores.com/
Beijos e até mais ;) Muito obrigada pelo carinho e pelas lindas palavras!

Nicolas disse...

Gostei do post, e do paralelo que vc traçou, por mais que eu tenha achado divertido, pq na verdade não vejo o porque de uma "explicação psicológica" para tomar leite na colher. Mas psicólogos acham que rola explicação psicológica pra tudo RS
Entendo o porque da depressão ser a doença do século, e também entendo o porquê de uma criança atirar na professora e depois em si mesma. É o fim da inocência.

Priscilla Way disse...

Crianças,as vezes,me assustam. Assim como essa imagem da postagem. kk'

Emilie disse...

você toma leite com colher? isso é muito incomum.
agora voltando ao papo sério sobre a criança...sabe,esse é o tipo de coisa que eu não entendo.

*♡* Jane Dos Anjos *☆* disse...

Nathy... oiiii... voltandooo... *-*

Menina eu sou carente, e demais viu, e olha que eu tenho marido, filhos, gatos e um cachorrão, mas tomar leite na colher aos 17 anos é demais, isso se chama falta de pomada da mamãe.
Os filhos criados de um tempo pra cá, estão naquela, não pode dar palmada, não pode gritar, não pode isso e aquilo e assim, essa gerção esta crescendo fraca e deprimida.
Mas não vou discutir o assunto... kkkkkkkkkkkk... voltei... ♥

http://www.artesdosanjos.com.br/