11 novembro 2012

Procuro um amigo para o fim do mundo

Meu maior medo é viver sozinho e não ter fé para receber um mundo diferente e não ter paz para se despedir. Meu maior medo é almoçar sozinho, jantar sozinho e me esforçar em me manter ocupado para não provocar compaixão dos garçons. Meu maior medo é ajudar as pessoas porque não sei me ajudar. Meu maior medo é desperdiçar espaço em uma cama de casal [...]


— Fabrício Carpinejar


  É engraçado quando perguntamos o que você faria se hoje fosse eu ultimo dia? A maioria das respostas se resume em fazer tudo aquilo que não temos coragem. Até entendo pois estamos presos a moralidade, com o final do mundo não temos que nos preocupar com as consequências. Transe com quem você quiser, use drogas, mande tomar no cú aquele seu chefe chato-gordo, ou melhor se mate, como muitos fizeram.
   O personagem Dodge, a qual tinha menos de 3 semanas para fazer tudo aquilo que não fez em um ano ou durante sua vida, me pareceu muito frio em relação a tudo que acontece.  Um pouco diferente de sua vizinha que nunca teve um namoro satisfatório, mas adora discos  e fumar maconha , em que juntos percorrem o país atras de seus familiares. Nesse curto tempo, eles vão se conhecendo mais e mais, acumulando histórias que poderiam ser contadas.
 Eles iriam morrer em poucos dias. Por ser um filme apocalíptico não é TÃO dramático como outros do mesmo gênero. Ele é um tanto cômico.

  Parece uma pegadinha do "destino", mas quando eles se apaixonam é tarde de mais. O amor perfeito acaba com os dois na cama, conversando sobre a infância, ela escuta as explosões o meteoro, ele tenta acalma-la.
_ Estou apaixonado por você. 
 Ela sorri.
 Apenas um clarão.  



                            


Coisas assim me faz questionar, será  vou ter alguém com que eu possa segurar a mão?


Dificilmente filmes tem o poder de me comover.



14 comentários:

Bia Hain disse...

Puxa...fiquei pensando se o final foi feliz ou triste, hahaha. Sim, acho que valeu a pena terminar a vida ouvindo que alguém está apaixonado por você. Eu tenho um amor e gostaria de morrer (se fosse o caso, lógico) com ele ao meu lado, mas acho que viver já valeu a pena por ter sentido algo tão grande e intenso. E quando você achar suas respostas, me conta. Um abraço!

Vinnie Rodrigues disse...

Tenho certeza que se o meteoro não cabar com tudo mesmo, no outro dia quando ele virar a esquina e encontrar outra, ele vai trair ela.

Nati disse...

Eu morro de medo da solidão, só de pensar me dá um aperto no coração. Não quero ficar sozinha, se eu ficar, prefiro morrer, pode parecer e até ser muito dramático da minha parte, mas é assim que eu quero que seja. Beijo

Yasmin Baltazar disse...

Também já me perguntei se terei alguém para segurar a mão. Ficar sozinha não sei se tenho medo disso.
Eu mesma as vezes não me entendo.
bj
conexaoimagineitcs.blogspot.com

Ludi disse...

"O que vc faria se só te restasse esse dia? Se o mundo fosse acabar, me diz o que vc faria??"...

NÃO FAÇO A MINIMA IDEIA, imoral eu já sou, fazer o que gosto já faço, hahahaa n sei o q me resta e não sei o q faria no fim, n nem se teria medo se estivesse só...

boa reflexão.

Moça disse...

Otima dica do filme! vou ver!
E o FABRICIO sempre arrasa né?
quem nunca sentiu um certo desconforto de te verem sozinho num restaurante?
a solidão amedronta, e que saibamos fugir dela!
opinandoemtudo.blogspot.com

Taiane Brito ;* disse...

Carpinejar sempre arrasando!
Preciso assistir esse filme, me bateu uma baita curiosidade.
Enquanto ao fim do mundo, se eu tivesse a certeza que o mundo realmente acabaria; fecharia a panturrilha esquerda de tatuagens, mandaria meio mundo de gente tomar no cu e transaria com todos os caras que ando tendo vontade, HAHA.Apesar de fazer tudo que me da na telha e ser uma mocinha meio imoral, essas coisas AINDA não fiz por certos motivos e o fim do mundo seria uma boa desculpa para fazer kk. Mas no fim de tudo mesmo, eu bem que iria querer alguém do meu lado para me olhar e dizer "estou apaixonado por você", mas acho que nem no fim do mundo isso me acontece, fazer o que :\, KK
Beijos :*
http://fatosevidenciasetrespontinhos.blogspot.com.br/

Leka Hernandes disse...

Nossa!
Sinceramente acho que eu não faria nada de extraordinário não!kkkk! Iria viver o dia normalmente, ia me despedir de alguns familiares e mataria o dia de trabalho até que chegasse o fim! É meio patético né, mas tenho quase certeza que seria assim.

Achei o final feliz pelo que contou...antes tarde do que nunca né pra encontrar um amor! :)


bjs e boa semana!

Nos Amando... disse...

gostei
lindo feriadão bjs

Aline Teles disse...

Acho que o final do filme foi bom, pois ambos estavam apaixonados e juntos. Carpinejar sempre maravilhoso. Sou fã dele. Sobre a pergunta final. O que dizer? Fiquei refletindo sobre ela. Beijinhos estalados e um ótimo feriado.

Juliana Lira disse...

Uau fiquei super curiosa!

Milhões de beijos

Jéssica Coelho disse...

Adorei a dica já quero assistir!

beijos

www.jessicarcoelho.com

Aline Teles disse...

Passando para agradecer a sua visita. Beijinhos.

Katleen Rocha disse...

Quero assistir! (: Amei o blog, flor! Estou te seguindo, segue?

http://uma-dama-corajosa.blogspot.com.br/