08 janeiro 2011

Cคятคs

 Um tempo atrás eu estava "revirando" meu computador e acabei achando essa carta. 
Ps: ela não é de minha autoria e também não sei quem é a autora =/

Carta De Despedida ...

Eu queria que nossa historia de amor tivesse sido eterna, quantas vezes te disse o quanto você era importante para mim mas você nunca me percebeu.

Eu sempre estive em último lugar em sua vida não é? Cheguei a desejar sua morte mas andei pensando e não seria suficiente sua morte. Você iria continuar em minha mente, tentei te odiar mas não consegui, mesmo te amando queria minha vingança.

Nunca aceitei você ter me desprezado me rejeitado, me tratado como algo.insignificante em sua vida...
Pensei , pensei e pensei... Até que achei um modo de te fazer sofrer ou ao menos tentar te fazer sofrer...

Sua morte te faria descansar e você não sofreria muito, mas quem sabe a minha morte te faça sofrer. Eu sei que você não me ama, mas talvez a sua consciência ao saber que morri por sua culpa te faça sofrer.

Amor, estou te mandando essa carta pois esse foi o único modo que encontrei de fazer você me notar ao menos em minha DESPEDIDA.

Espero que quando estiver lendo essa carta você se sinta um lixo como me senti no dia em que me deixou por outra e que toda noite ao se deitar em sua cama e fechar seus olhos você veja o meu rosto e lembre que morri por sua culpa.

Você poderia ter evitado tudo isso mas acho que você nunca pensou que aconteceria isso não é?

Bom, vou me preparando pois quando menos você esperar, estarei dando o meu último adeus.

Espero que você sofra muito e que sua consciência te culpe a cada segundo de sua vida e desejo que você viva muito tempo para poder sofrer muito.

Adeus meu amor e não se esqueça de mim quando você estiver lendo essa carta. Espero que você se sinta como eu me sinto... UM LIXO!!!

Adeus.

 É isso que acontece quando o "amor" acaba. 
 #tenso

6 comentários:

Paulo Francisco disse...

Sim, muito tenso e reflexivo.
Respondendo a sua obsevação lá no cores e nomes: Colegas nós temos de monte. Colegas no trabalho, no curso, no bar, na rua. Agora amigo, amigo mesmo, todos nós temos muito pouco. Tirando os nossos famíliares desta conta, acho que contamos com os dedos de uma mão, aqueles amigos pra toda hora.
Um beijo no coração.

Adriano M. O. disse...

Nossa, que decadência de ''amor'', se é que podemos chamar esse sentimento de amor, pra mim isso não passa de uma ilusória vingança.

Max Psycho disse...

Com todo respeito se acabou é porque não era amor

ana moura disse...

mas que lindo.
vou seguir também :)

Renato Souza disse...

mutio bom ...vou te seguir abraços...

Thiago disse...

Nathy, querida.

É uma carta emocionante. Até entendo o sentimento dessa garota, afinal, somos responsáveis pelo que cativamos. Mas um pouco de amor próprio é bom também. Viver na dependência de um sentimento não é legal.

Beijo,

Thiago